Como Funciona um Sistema de Alarme Residencial? Tipos e Dicas!

Publicado em e atualizado em: 19-09-2022.

Um sistema de alarme residencial é um conjunto de equipamentos que tem como objetivo proteger uma residência contra invasões e furtos. Geralmente, um sistema de alarme residencial é composto por sensores de presença, como os infravermelhos, que detectam a presença de pessoas no interior da residência; pelo menos um controle remoto, que permite ao morador ligar e desligar o sistema à distância; e uma central de alarme, que recebe as informações dos sensores e aciona as sirenes quando detecta uma invasão.

Com Cameras
Tipo de Sistema de Alarme ResidencialCustoGrau de SegurançaDescrição
Alarme Residencial ComunitárioBaixoBaixoO sistema de alarme residencial comunitário é conectado à central de monitoramento da empresa. Quando ocorre um disparo no sistema, a central recebe a notificação e aciona as autoridades. Esse tipo de alarme costuma ser instalado em condomínios e possui baixo custo de manutenção.
Alarme Residencial MonofilarMédioMédioO sistema de alarme residencial monofilar é o mais comum. Ele é composto por um conjunto de sensores que são instalados ao redor da residência. Quando ocorre um disparo, o sistema aciona uma sirene que pode ser ouvida pelos moradores. Esse tipo de alarme costuma ser mais barato que os outros.
Alarme Residencial BifilarAltoAltoO sistema de alarme residencial bifilar é o mais seguro. Ele é composto por um conjunto de sensores que são instalados ao redor da residência e também possui um fio elétrico que liga todos os componentes. Quando ocorre um disparo, o sistema aciona uma sirene e também envia uma notificação para a central de monitoramento. Esse tipo de alarme costuma ser mais caro que os outros.

Tipos de Sistemas de Alarme Residenciais

Imagens De Sistema De Alarme Residencial

Existem diferentes tipos de sistemas de alarme residencial, que podem ser classificados de acordo com o número de sensores e controles remotos que possuem, a forma como são instalados e o tipo de sinal que utilizam para se comunicar com a central de alarme.

Os sistemas de alarme residencial mais simples são compostos por um único sensor e um controle remoto. Esses sistemas são fáceis de instalar e geralmente são mais baratos, mas também são menos eficientes, pois um único sensor pode ser facilmente desativado pelos invasores.

Os sistemas de alarme residencial mais complexos, por outro lado, podem ter vários sensores e controles remotos, e também podem ser instalados de forma mais elaborada, como no caso dos sistemas sem fio, que não precisam de fios para se conectar à central de alarme. Esses sistemas são mais caros, mas também são mais eficientes, pois os invasores precisariam desativar todos os sensores para conseguir entrar na residência.

Dicas para Escolher o Melhor Sistema de Alarme Residencial

Inteligente

Para escolher o melhor sistema de alarme residencial para sua residência, é importante considerar o tamanho da residência, o número de moradores e as suas necessidades específicas. Se a sua residência for grande ou se tiver vários moradores, por exemplo, é recomendado escolher um sistema de alarme residencial mais complexo, com vários sensores e controles remotos. Se a sua residência for pequena ou se você mora sozinho, um sistema de alarme residencial mais simples pode ser suficiente.

Além disso, é importante verificar se o sistema de alarme residencial que você está considerando possui todos os recursos que você precisa, como um controle remoto para ligar/desligar o sistema à distância, um sensor de presença para detectar invasões e uma central de alarme para acionar as sirenes em caso de invasão.

Como Funciona um Sistema de Alarme Residencial?

Sistema De Alarme Residencial 1

Um sistema de alarme residencial funciona através da instalação de sensores em pontos estratégicos da residência, como portas e janelas. Quando um invasor tenta abrir uma porta ou janela protegida por um sensor, o sensor envia uma informação à central de alarme, que aciona as sirenes para assustar o invasor e alertar os moradores da residência.

Dicas para Usar um Sistema de Alarme Residencial

Para usar um sistema de alarme residencial da melhor forma possível, é importante seguir as dicas abaixo:

  1. Escolha os pontos estratégicos da sua residência para instalar os sensores;
  2. Verifique se os sensores estão funcionando corretamente;
  3. Ligue o sistema quando sair da residência;
  4. Desligue o sistema quando estiver em casa;
  5. Não divulgue para ninguém a senha do seu sistema;
  6. Caso receba uma notificação de alarme, verifique imediatamente o que está acontecendo;
  7. Caso haja uma invasão em sua residência, não entre em confronto com os invasores, pois isso pode ser perigoso.

1. Como funciona um sistema de alarme residencial?

Um sistema de alarme residencial é composto por um conjunto de dispositivos que monitoram e detectam a presença de intrusos em uma residência. Esses dispositivos podem ser instalados em diferentes pontos da casa, como portas e janelas, e são conectados a um painel de controle central, que registra as atividades do sistema. Se algum dispositivo for acionado, o painel envia uma sinalização para a central de monitoramento, que entrará em contato com o proprietário da residência para confirmar se houve um intruso ou não.

2. Quais os tipos de sistemas de alarme residencial?

Os principais tipos de sistemas de alarme residencial são os alarmes sem fio e alarmes com fio. Os alarmes sem fio são mais fáceis de instalar, pois não requerem a instalação de cabos. Já os alarmes com fio oferecem maior deteção e precisão, pois os sensores estão conectados diretamente ao painel de controle.

3. Qual é o melhor tipo de sistema de alarme residencial?

Não existe um tipo específico de sistema que seja considerado o melhor, pois isso vai depender das suas necessidades específicas. Se você busca um sistema mais simples e fácil de instalar, o ideal é optar por um alarme sem fio. Já se você deseja um sistema mais completo e preciso, o ideal é investir em um alarme com fio.

4. Como escolher o melhor sistema de alarme residencial para minha casa?

Para escolher o melhor sistema de alarme residencial para sua casa, é importante considerar o tamanho da residência, as características do terreno e a região onde ela está localizada. Além disso, é importante avaliar qual será o seu principal objetivo ao instalar um sistema de alarme, seja deter intrusos, monitorar atividades suspeitas ou receber notificações em tempo real sobre movimentações na residência.

5. Quanto custa um bom sistema de alarme residencial?

O preço dos sistemas varia bastante, mas em geral um bom sistema pode custar entre R$ 1.000 e R$ 3.000 reais. Vale lembrar que este é um investimento que pode trazer muitos benefícios para sua família, como maior tranquilidade e segurança.

6. Quais as vantagens de instalar um sistema de alarme residencial?

Além de deter intrusos e monitorar atividades suspeitas, um sistema de alarme residencial também pode ajudar a prevenir acidentes domésticos, como incêndios e vazamentos de gás. Além disso, é uma ótima opção para quem busca maior tranquilidade e segurança para sua família.

7. Como funciona a central de monitoramento do sistema de alarme residencial?

A central de monitoramento é responsável por receber e registrar as atividades do sistema. Se algum dispositivo for acionado, a central enviará uma notificação para o proprietário da residência, que poderá confirmar se houve um intruso ou não. Além disso, a central também pode ser configurada para receber notificações em tempo real sobre movimentações na residência, o que permite uma maior vigilância mesmo quando você não estiver em casa.

8. Quais os cuidados que devo ter ao escolher um sistema de alarme residencial?

Além de considerar o tamanho da residência, as características do terreno e a região onde ela está localizada, é importante avaliar qual será o seu principal objetivo ao instalar um sistema de alarme, seja deter intrusos, monitorar atividades suspeitas ou receber notificações em tempo real sobre movimentações na residência. Também é importante verificar se o sistema possui certificação pelas principais associações de segurança do país, como a ABNT e a UL.

9. Existe algum tipo específico de sensor que devo usar em meu sistema de alarme residencial?

Não existe um tipo específico de sensor que seja considerado ideal para todos os tipos de residências. Isso vai depender das características da sua casa, como o tamanho e a disposição dos cômodos. Por isso, é importante consultar um profissional especializado para escolher os melhores sensores para o seu caso específico.

10. Posso instalar o sistema de alarme residencial sozinho?

Nós recomendamos que você contrate um profissional especializado para fazer a instalação do sistema em sua residência. Assim você terá certeza que todos os dispositivos estão sendo instalados corretamente e que o painel está sendo configurado da maneira ideal para atender às suas necessidades específicas.

Compartilhe nas Redes Sociais! :)

Facebook Twitter Pinterest Whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *